Famílias de baixa renda de Jundiaí vão receber vale gás

 

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, e a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Vanessa Machado, participaram, na manhã desta quinta-feira (17), do lançamento do programa Vale Gás, do Governo do Estado de São Paulo, que vai beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade, com vale para a compra de gás de cozinha (GLP13).

Por meio do programa, famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza terão acesso a três parcelas bimestrais do benefício, cada uma no valor de R$ 100, pagas bimestralmente, totalizando R$ 300, para a compra de botijão. A previsão para o pagamento da primeira parcela do benefício é 20 de julho.

“Em um momento em que há um aumento da vulnerabilidade social, que famílias perdem renda, além da distribuição do alimento, a preocupação também é com o gás para que as pessoas possam preparar a comida. Jundiaí está sempre em busca de oportunidades para que, principalmente, as pessoas mais vulneráveis tenham acesso aos benefícios sociais”, comentou Luiz Fernando.

Segundo o governador João Doria, o programa vai atender 500 mil pessoas em todo o Estado, com investimento total de R$ 30 milhões. “Este é um dos programas mais importantes, pois muda a vida de muita gente. Além de oferecer o alimento, também vai proporcionar que as pessoas possam preparar a comida”, destacou.

Quem pode receber

Terão acesso ao programa as famílias inscritas no Cadastro Único do governo federal CadÚnico (sem Bolsa Família) e com renda mensal per capita de até R$ 178,00. Para saber se poderá ser inserido no programa, o munícipe deve entrar no site oficial do Vale Gás (www.valegas.sp.gov.br) e consultar a elegibilidade ao benefício. O site já está disponível e basta digitar o número do NIS (Número de Inscrição Social) para ter acesso às informações.

O Vale Gás é um programa sob a gestão da Secretaria de Desenvolvimento Social. Em todo o Estado, foram contempladas 82 cidades e 104.340 famílias e moradores de comunidades carentes. “Com essa iniciativa, o Governo de São Paulo dá mais um passo importante para garantir a proteção social e segurança alimentar de famílias em maior fragilidade frente aos desafios impostos pela pandemia”, afirma a Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes.

Cada família receberá R$ 100 bimestralmente para a compra de gás de cozinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *