Rapaz atingido por raio em Várzea Paulista estava com o celular ligado na tomada

Foi por pouco que o morador de Várzea Paulista, Lucas Monteiro Semolini, de 26 anos, não teve a vida interrompida na última segunda-feira (11), após receber uma descarga elétrica causada por um raio. O jovem foi atingido enquanto estava no banheiro dentro de casa e relatou que havia colocado o celular para carregar e estava com o aparelho nas mãos.

No momento em que o raio caiu, Lucas recebeu o choque pelo aparelho celular. “Eu senti o choque e meu corpo ficou paralisado. Não conseguia nem falar” – disse. O rapaz foi socorrido ao Hospital São Vicente, em Jundiaí, onde ficou internado até terça-feira (12).

Confira as principais dicas listadas pela Rede Integrada Nacional de Detecção de Descargas Atmosféricas (Rindat):

  • Evite sair à rua em caso de tempestade.
  • Se já estiver fora quando começar o temporal, procure abrigo, de preferência em áreas cobertas e protegidas, como casas e prédios, ou abrigos subterrâneos, como metrôs e túneis.
  • Evite “locais extremamente perigosos durante uma tempestade”, tais como: topos de morros ou cordilheiras, topos de prédios, áreas abertas, campos de futebol ou de golfe, estacionamentos abertos e quadras de tênis abertas.
  • Tente não ficar perto de cercas de arame, varais metálicos, trilhos e árvores isoladas e estruturas altas como torres, linhas telefônicas e linhas de energia elétrica.
  • Se estiver jogando futebol, deixe o campo e vá para um local coberto.
  • Evite segurar objetos metálicos longos, tais como varas de pesca, tripés e tacos de golfe, empinar pipas e aeromodelos com fio.

E se não tiver para onde ir e eu estiver em área totalmente aberta, como um campo?

Caso não tenha nenhum abrigo próximo, a Rindat sugere o seguinte: ajoelhe-se e curve-se para a frente, colocando suas mãos nos joelhos e sua cabeça entre eles. Não se deite no chão.

Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *