Lei de Faouaz que valoriza o atleta paralímpico é aprovada na Câmara

Em sessão da Câmara da última terça-feira, 13 de outubro, foi aprovado projeto de lei do vereador e presidente da Casa, Faouaz Taha, que institui no Calendário Municipal de Eventos, o ‘Dia do Atleta Paralímpico’, lembrado em 22 de setembro. O texto foi aprovado por unanimidade.

O projeto legal e constitucional é uma forma de valorizar os atletas paralímpicos de Jundiaí, cuja trajetória em campeonatos é referência e foi alvo de elogio de outros vereadores favoráveis. “A inclusão no calendário é uma forma simbólica de lembrarmos o valor desses atletas. Espero que possa permitir avanços na estrutura oferecida a eles”, disse Faouaz durante a sessão.

A sugestão do projeto de lei foi recebida por Faouaz pelo professor e treinador da seleção brasileira de goalball, Alessandro Tosin. Ele lembra que, em Jundiaí, o paralímpico Thomáz Moraes está classificado para as Paralímpiadas de Tóquio em 2021; Cristian Ribeiro disputou os Jogos Paralímpicos de inverno de 2018 e Kelly Barreto, também jundiaiense, disputou os jogos do Rio de Janeiro, em 2016. Alessandro também conquistou medalha de prata nos Jogos Paralímpicos de Londres e de bronze na edição do Rio de Janeiro, além de ser bicampeão mundial.

Em Jundiaí, o Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (PEAMA), da Unidade de Gestão de Esportes da Prefeitura, implantado desde 1996, também representa um marco no incentivo ao esporte adaptado. O programa oferece gratuitamente 14 modalidades (natação, atletismo, bocha, tênis de campo, dança, capoeira, corrida de rua, ciclismo, caminhada, atividades náuticas, escola da bola, futsal, goalball e ginástica rítmica) e fechou o ano de 2019 com 388 alunos. Já passaram pelas aulas aproximadamente 1.450 pessoas com deficiência. Alguns deles seguiram a carreira de alto rendimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *